Nutricionista de Curral de Cima destaca papel da escola no processo de hábitos alimentares

Um prato repleto de cores é sempre sinônimo de uma alimentação saudável. No município de Curral de Cima a prefeitura da cidade tem desenvolvido nas escolas municipais um trabalho de educação nutricional, no qual 1.200 alunos são alcançados por meio das atividades desenvolvidas.

Entre as ações realizadas ao longo do ano estão palestras, que são ministradas de acordo com cada público alvo, atividades lúdicas, oficinas culinárias, visitas a produção da agricultura familiar e etc. Além dos conteúdos que já tem inserido em algumas disciplinas sobre a alimentação saudável que são conduzidas pelo professores em sala de aula.

A nutricionista da Secretaria de Educação da Prefeitura Municipal de Curral de Cima, Andréa Padilha, ressalta, neste domingo (21) – data em que se comemora o Dia Nacional da Alimentação na Escola –, que a promoção de uma alimentação saudável é tarefa da escola, mas também da família.

“Promover uma alimentação saudável e adequada para cada fase de desenvolvimento humano é um papel fundamental a ser desenvolvido pela família e a escola. Pois, quando a criança sai do seu lar e começa a frequentar ambientes diferentes, a exemplo da escola, ela sofre uma intensa influência de diversas formas, tanto na questão social como na alimentar”, explicou.

Andréa Padilha destacou ainda como a relação alimentação/escola contribui para o desenvolvimento da saúde e da criança. “A alimentação e nutrição adequadas constituem direitos fundamentais do ser humano, são condições básicas para que se alcance um desenvolvimento físico, emocional e intelectual satisfatório. Ao chamar a atenção de crianças e adolescentes para os benefícios de uma alimentação equilibrada, a escola dá a sua contribuição para tornar mais saudável a comunidade em que se insere”.

Apesar do comprometimento que a escola tem que ter com a alimentação escolar, a nutricionista ressaltou que os pais são essenciais nesse processo de educação alimentar. “Por mais que a escola pregue os bons hábitos alimentares, o maior espelho para criança são os pais, eles vão sempre consumir os alimentos que estão habituados a comer em casa”, concluiu.

 

COMPARTILHAR