Em meio ao isolamento social, Curral de Cima usa internet para que crianças continuam tendo aulas de música

A pandemia causada pelo coronavírus mudou a rotina de vida em todo o mundo. Trabalhos foram modificados, aulas foram suspensas e festas canceladas. A Prefeitura de Curral de Cima encontrou uma solução para manter um serviço importante junto à população, fortalecendo os vínculos familiares e comunitários, por meio de aulas de música com voz, violão e flauta. Mesmo com o distanciamento, as aulas continuam no município de forma online, onde cerca de 80 crianças e adolescentes e seus familiares participam ativamente por meio de acompanhamento realizado pelo WhatsApp.

 

Para Raquely Araújo, uma das alunas do Serviço de Fortalecimento de Vínculos, os tempos em casa e as aulas de música fizeram aproximar ainda mais a família das suas atividades educacionais, já que muitos exercícios são executados também pelos parentes. “Eu tenho muito apoio da minha família que participa e sempre me motiva a continuar, mesmo diante das dificuldades. A minha maior motivação de continuar é acreditar que a gente vai estar junto novamente o mais rápido possível. Enquanto isso, vamos aprendendo em casa”, disse.

 

O professor Júlio César destacou que as dificuldades em realizar as aulas de forma online são superadas pela dedicação e empenho dos alunos e seus familiares. “Muitos alunos não têm computador ou celular e dependem da compreensão dos pais para se fazerem presentes nas aulas. A aproximação familiar já começa daí com os pais ou responsáveis fazendo esse gesto de doar seus equipamentos nos horários das nossas aulas. Dessa forma, elaboramos atividades com a presença desses familiares que têm nos garantido um retorno importante com uma participação efetiva”, destacou.

 

De acordo com Júlio César, os alunos têm atividades como dinâmica e reflexão musical com exercícios de identificação da melodia e da música, além das notas musicais com um trabalho executado de forma teórica e prática. “É um desafio grande, mas ver o empenho e dedicação dessas crianças e adolescentes, além dos seus familiares, nos revigora. Essa resposta enche nosso coração de amor e esperança”, disse.

 

A secretária de Assistência Social de Curral de Cima, Vanúbia Soares, destacou que as aulas de música são essenciais para o desenvolvimento mental das crianças e adolescentes. “A música desenvolve a mente humana, promove o equilíbrio e um estado agradável de bem-estar, facilitando a concentração e o desenvolvimento do raciocínio, inclusive, as questões reflexivas voltadas ao pensamento, carregado de emoções. Esse trabalho tem como objetivo desenvolver capacidades nos usuários, gerando autonomia e protagonismo através da troca de experiências e integração entre os participantes do grupo”, destacou Vanúbia Soares.

 

Participação – O público prioritário do serviço são crianças, adolescentes e pessoas idosas em situação de isolamento; trabalho infantil; vivência de violência ou negligência; fora da escola ou com defasagem escolar superior a dois anos; em situação de acolhimento; em cumprimento de medida socioeducativa em meio aberto; egressos de medidas socioeducativas; situação de abuso e/ou exploração sexual; com medidas de proteção do Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA); crianças e adolescentes em situação de rua; e vulnerabilidade que diz respeito às pessoas com deficiência.

 

COMPARTILHAR